Soluções        Serviços          Atendimento       Governo        Consultoria T.I      Treinamento

Software

A arquitetura de software de um sistema consiste na definição dos componentes de software, suas propriedades externas, e seus relacionamentos com outros softwares. O termo também se refere à documentação da arquitetura de software do sistema. A documentação da arquitetura do software facilita: a comunicação entre os stakeholders, registra as decisões iniciais acerca do projeto de alto-nível, e permite o reuso do projeto dos componentes e padrões entre projetos.

Índice

  • 1 Introdução
  • 2 História
  • 3 Descrevendo arquiteturas
    • 3.1 Linguagem de descrição de arquitetura
    • 3.2 Visões
    • 3.3 Padrões de arquitetura
  • 4 Exemplos de arquitetura
  • 5 Notas e Referências
  • 6 Ver também
  • 7 Ligações externas

Introdução

O campo da ciência da computação tem lidado com problemas associados, como a complexidade da informação, desde sua criação.[1] Os primeiros problemas de complexidade foram resolvidos pelos desenvolvedores através da escolha da estrutura de dados, do desenvolvimento de algoritmos e pela aplicação de conceitos de separação de escopos. Embora o termo arquitetura de software seja relativamente novo na industria, os princípios fundamentais deste campo vem sendo aplicados esporadicamente pela engenharia de software desde o inicio dos anos 80. As primeiras tentativas de capturar e explicar a arquitetura de software do sistema foram imprecisas e desorganizadas – freqüentemente caracterizadas por um conjunto de diagramas.[2] Durante o decorrer da década de 90 houve um esforço concentrado para definir e codificar os aspectos fundamentais desta disciplina. Inicialmente um conjunto de padrões de projeto, estilo, melhores práticas, descrição de linguagens, e lógica formal foram desenvolvidas durante este período.

A disciplina de arquitetura de software é centrada na idéia da redução da complexidade através da abstração e separação de interesses. O glossário do site oficial SOFTWARE ENGINEERING INSTITUTE (Instituto de Engenharia de Software) [3] descreve que arquitetura de software é a estrutura ou estruturas de um sistema, com todos os elementos de software vendo e tendo suas propriedades vistas por todos os outros elementos e relacionamentos.

Sendo a arquitetura de sistema uma disciplina em maturação, sem regras claras, a ação do arquiteto é ainda uma composição de arte e ciência. Os aspectos de arte da arquitetura de software são devido ao fato que os sistemas de software comerciais suportam alguns aspectos de um negócio ou missão. Como o direcionamento de negócio chave para o suporte sistemas são descrito nos cenários como requisitos não-funcionais de sistema, também conhecidos como atributos de qualidade, que determinam como um sistema ira se comportar.[4] Cada sistema é único devido a natureza do negócio que ele suporta, tal que o nível dos atributos de qualidade exigidos de um sistema como compatibilidade, extensibilidade, confiabilidade, manutenabilidade, disponibilidade, segurança, usabilidade, dentre outros – irão variar com cada aplicação.[4]

Para trazer a perspectiva do usuário para dentro da arquitetura de software, pode-se dizer que a arquitetura de software dá a direção dos passos que serão tomados e as tarefas envolvidas em cada área de especialidade e interesse do usuário, por exemplo, stakeholders de sistemas de software, os desenvolvedores de software, o grupo de suporte ao software do sistema operacional, aos testadores e usuários de negocio final. Neste sentido, a arquitetura de software se torna a ligação das múltiplas perspectivas que um sistema traz nele embutido. O fato de que estas várias perspectivas diferentes possam ser postas juntas em uma arquitetura de software padrão justifica e valida a necessidade de criação da arquitetura de software antes do desenvolvimento do software para que projeto alcance a maturidade.

História

A origem da arquitetura de software como um conceito foi primeiramente identificado no trabalho de pesquisa de Edsger Dijkstra em 1968 e David Parnas no início de 1970. Estes cientistas enfatizaram a importância das estruturas de um sistema de software e a criticidade da identificação da sua estrutura.[5] O estudo deste campo aumentou de popularidade desde o inicio de 1990 com os trabalhos de pesquisa concentrando-se nos padrões de estilo de arquitetura, linguagens de descrição de arquitetura, documentação de arquitetura, e métodos formais.[6] Muitas instituições de pesquisa tais como a Carnegie Mellon University e a University of California, Irvine estavam realizando muitas pesquisas no campo da arquitetura de software. Mary Shaw e David Garlan da Carnegie Mellon escreveram um livro intitulado Software Architecture: Perspectives on an Emerging Discipline em 1996, o qual trazia a tona conceitos da arquitetura de software, tais como componentes, conexões, estilos, etc. Os esforços do UCI's (Institute for Software Research) na pesquisa da arquitetura de software foram inicialmente direcionado para os estilos de arquitetura, descrições de linguagens arquitetura, e arquiteturas dinâmicas.

ANSI/IEEE 1471-2000: Recommended Practice for Architecture Description of Software-Intensive Systems[1] foi a primeira norma padrão na área de arquitetura de software, e foi recentemente adotada pelo ISO como ISO/IEC DIS 25961.

Descrevendo arquiteturas

Linguagem de descrição de arquitetura

As Linguagens de descrição de arquitetura (LDAs) são usadas para descrever a arquitetura de software. Vários diferentes LDAs foram desenvolvidas por diferentes organizações, incluindo Wright (desenvolvido por Carnegie Mellon), Acme (desenvolvido por Carnegie Mellon), xADL (desenvolvido por UCI), Darwin (desenvolvido por Imperial College London), DAOP-ADL (desenvolvido pela University of Málaga). Elementos comuns de uma LDA são componente, conexão e configuração.

Visões

A arquitetura de software é normalmente organizada em visões[7], as quais são análogas aos diferentes tipos de plantas utilizadas no estabelecimento da arquitetura. Na Ontologia estabelecida pela ANSI/IEEE 1471-2000, visões são instancias de pontos de vista, onde um ponto de vista existe para descrever a arquitetura na perspectiva de um conjunto de stakeholders e seus consortes.

Algumas possíveis visões são:

  • Visão funcional/lógica
  • Visão de código.
  • Visão de desenvolvimento/estrutural
  • Visão de concorrência/processo/thread
  • Visão física/evolutiva
  • Visão de ação do usuário/feedback

Várias linguagens para descrição da arquitetura de software foram inventadas, mas nenhum consenso foi ainda alcançado em relação a qual conjunto de símbolos ou sistema representação deve ser adotado. Alguns acreditam que a UML ira estabelecer um padrão para representação de arquitetura de software. Outros acreditam que os desenvolvimentos efetivos de software devem contar com a compreensão única das restrições de cada problema, e notações tão universais são condenadas a um final infeliz porque cada uma prove um notação diferenciada que necessariamente torna a notação inútil ou perigosa para alguns conjuntos de tarefas. Eles apontam a proliferação de linguagens de programação e a sucessão de tentativas falhas para impor uma simples 'linguagem universal' na programação, como uma prova da tendência do software para a diversidade e não para padrões.

Padrões de arquitetura

  • DODAF [2]
  • MODAF [3]
  • TOGAF [4]
  • Zachman framework [5]
  • Federal Enterprise Architecture [6]

Exemplos de arquitetura

Há muitas formas comuns de projetar módulos de software de computador e suas comunicações, entre elas:

  • Cliente-Servidor
  • Computação distribuída
  • P2P
  • Quadro Negro
  • Criação implícita
  • Pipes e filtros
  • Plugin
  • Aplicação monolítica
  • Modelo em três camadas
  • Analise de sistema estruturada (baseada em módulos, mas usualmente monolíticas em dentro dos módulos)
  • Arquitetura orientada a serviço
  • Arquitetura orientada a busca

Notas e Referências

  1. ↑ University of Waterloo (2006). A Very Brief History of Computer Science. Página visitada em 2006-09-23.
  2. ↑ IEEE Transactions on Software Engineering (2006). Introduction to the Special Issue on Software Architecture. Página visitada em 2006-09-23.
  3. ↑ SEI (2010). Glossary?. Página visitada em 2010-01-31.
  4. a b SoftwareArchitectures.com (2006). Intro to Software Quality Attributes. Página visitada em 2006-09-23.
  5. ↑ SEI (2006). Origins of Software Architecture Study. Página visitada em 2006-09-25.
  6. ↑ Garlan & Shaw (2006). An Introduction to Software Architecture. Página visitada em 2006-09-25.
  7. Clements, Paul. Documenting Software Architectures: Views and Beyond. 2 ed. Boston: Addison-Wesley, 2003. pp. 13-15 p. ISBN 0201703726

Ver também

  • Padrões de projeto de software
  • Antipadrões de software
  • Modelagens de dados padrões
  • Matriz de estrutura de dependência
  • Arquitetura de negócio
  • Arquitetura de dados
  • Arquitetura de processo
  • Arquiteto de software

Ligações externas

  • Software architecture definitions at Carnegie Mellon University Software Engineering Institute
  • Software architecture vs. software design
  • Worldwide Institute of Software Architects
  • Grady Booch's Handbook of Software Architecture project
  • SoftwareArchitectures.com Independent resource of information on the discipline
  • International Association of Software Architects
  • Microsoft Architecture Journal
  • Pangea - Professional and Academic Network to the Growing and Evolution of Architecture (Portuguese)
  • Blog da OCTO Technology Brasil, empresa de consultoria em Arquitetura de Sistemas de Informação
Obtida de "http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Arquitetura_de_software&oldid=27486721"

MAIS INFORMAÇÕES DO SETOR DE SOFTWARE

Licenças Microsoft

Microsoft Product Activation O Microsoft Product Activation (MPA, em português, traduz. literal.:  [ ... ]


Qualidade de software

A qualidade de software é uma área de conhecimento da engenharia de software que objetiva garantir [ ... ]


Modelo em espiral

O Modelo em espiral é um processo de desenvolvimento de software que combina elementos de projeto [ ... ]


ITIL

Information Technology Infrastructure Library (ITIL) é um conjunto de boas práticas a serem aplica [ ... ]


Business-to-business

Business to Business - B2B é o nome dado ao comércio associado a operações de compra e venda, de [ ... ]


UML

article thumbnail

A Unified Modeling Language (UML) é uma linguagem de modelagem não proprietária de terceira gera [ ... ]


Matriz de Interações (ou Matriz CRUD)

article thumbnail

A Matriz de Interações (ou Matriz CRUD) é utilizada, no processo de desenvolvimento de sistemas [ ... ]


Software aplicativo

article thumbnail


O OpenOffice.org é um exemplo de um aplicativo. O GNU Image Manipulation Program (G [ ... ]


Análise de requisitos de software

Análise de requerimento de software Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Na engenharia de [ ... ]


Outsourcing

 Outsourcing (em inglês, "Out" significa "fora" e "source" ou "sourcing" significa fonte)  [ ... ]


JavaScript


JavaScript Paradigma Multi-paradigma: com base em protótipo funcional
imperativo
scr [ ... ]


web desktop

article thumbnail

Tela do eyeOS 0.9 Um webtop, web desktop, desktop online ou OS online (OS é a sigla para [ ... ]


Miniaturização

Miniaturização é o processo de produção de objetos de consumo cada vez menores (miniaturas), in [ ... ]


CRM - Customer relationship management

Customer Relationship Management (CRM) é uma expressão em inglês que pode ser traduzida para a l [ ... ]


Lotus Notes

article thumbnail

Lotus Tipo Corporação privada Indústria Software Produtos Ver lista com [ ... ]


Estrutura de dados

article thumbnail

Uma árvore binária é uma estrutura de dados. Na Ciência da computação, uma estrutura  [ ... ]


Software como serviço

Software como serviço, do inglês Software as a service, é uma forma de distribuição e comerci [ ... ]


Trac

Trac é uma simples ferramenta, open source e de interface web para controle de mudanças em pro [ ... ]


Tecnologia da informação

article thumbnail

Mapa com os gastos em TI em todo o planeta Tecnologia da Informação (TI) É a área de  [ ... ]


Framework

Um framework, ou arcabouço, em desenvolvimento de software, é uma abstração que une códigos c [ ... ]


Administração de dados

Administração de dados é a função responsável por desenvolver e administrar de modo central [ ... ]


Prototipação

Prototipação é uma abordagem baseada numa visão evolutiva do desenvolvimento de software, afe [ ... ]


Dispositivo móvel

Um dispositivo móvel, designado popularmente em inglês por handheld é um computador de bolso ha [ ... ]


Microsoft SharePoint Workspace

article thumbnail

Título a ser usado para criar uma ligação interna é Microsoft SharePoint Workspace. Micr [ ... ]


ITILv3

A versão 3 da biblioteca ITIL foi lançada mundialmente em maio de 2007 como uma atualização comp [ ... ]


Sistema de informação de gestão

Sistema de informação de gestão ou sistema de informações gerenciais (SIG; do inglês, manageme [ ... ]


EAD - Educação a distância

Tele-educação, Educação a Distância ou Ensino a Distância (EaD) [nota 1] é a modalidade de en [ ... ]


Zope


Zope Desenvolvedor Zope Corporation Plataforma multiplataforma Versão es [ ... ]


Ruby on Rails

article thumbnail

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ruby on Rails

Boas vindas do Rails  [ ... ]


Software colaborativo

Software colaborativo (ou groupware) é um software que apoia o trabalho em grupo, coletivamente.  [ ... ]


Sistemas de CRM

Os sistemas de CRM.. são aplicativos de informação desenvolvidos com o objetivo de auxiliar na ge [ ... ]


Modelo V

article thumbnail

The V-model of the Systems Engineering Process.[1] O Modelo V é um modelo conceitual de  [ ... ]


Rede social

article thumbnail


Rede social Uma rede social é uma estrutura social composta por pessoas ou organizaçõ [ ... ]


Arquitetura de software

A arquitetura de software de um sistema consiste na definição dos componentes de software, suas  [ ... ]


Apple

article thumbnail


Apple Tipo Empresa cotada em bolsa (NASDAQ: AAPL, LSE: 0HDZ, FWB: APC) Fu [ ... ]


Linguagem de programação

Uma linguagem de programação é um método padronizado para expressar instruções para um compu [ ... ]


Software livre nos governos

Nos últimos anos a questão do software livre nos governos está na ordem do dia. Alguns governos c [ ... ]


Struts framework

Struts é um framework de desenvolvimento da camada controladora, numa estrutura seguindo o padrã [ ... ]


Aplicação Web

Aplicação Web é o termo utilizado para designar, de forma geral, sistemas de informática proje [ ... ]


Software educativo

article thumbnail

Software educativo é um software cujo principal propósito é o ensino ou o auto-aprendizado.[1]  [ ... ]


Computador

article thumbnail

Um assistente pessoal digital. Um computador pessoal. Columbia, um supercomp [ ... ]


Orientação a objetos

A orientação a objetos é um paradigma de análise, projeto e programação de sistemas de softwar [ ... ]


NetBeans

NetBeans Desenvolvedor Oracle Corporation Plataforma x86 e x64 Lançado em  [ ... ]


APPS

article thumbnail

Apps (do inglês application) é uma forma abreviada para software aplicativo. A extensão .app si [ ... ]


Algoritmos

article thumbnail

Um algoritmo é uma sequência finita de instruções bem definidas e não ambíguas, cada uma das q [ ... ]


Modelo de entidades e relacionamentos

O modelo de entidades e relacionamentos é um modelo abstrato cuja finalidade é descrever, de man [ ... ]


Model-view-controller (MVC)

article thumbnail


Um diagrama simples exemplificando a relação entre Model, View e Controller. As linhas sól [ ... ]


E-learning


O e-learning, ou ensino eletrónico, corresponde a um modelo de ensino não presencial suportado  [ ... ]


Antivírus

article thumbnail

Os antivírus são programas de computador concebidos para prevenir, detectar e eliminar vírus de [ ... ]


Matriz de interações

article thumbnail

A Matriz de Interações (ou Matriz CRUD) é utilizada, no processo de desenvolvimento de sistemas [ ... ]


Artigos Relacionados

Pluriverso - Inteligência em Tecnologia

Pluriverso - Inteligência em Tecnologia


Ed.Centro Sul, 2°Andar, SCIA, Qd. 14, Conj. 07, Lt 1, S. Ind.
CEP: 71.250-135, Brasília-DF.  
Como Chegar
| Atendimento  


+55 (61) 4141.5555

Serviços

Desenvolvimento de Software
Oursourcing de T.I
Consultoria em Tecnologia
Licitação com o Governo

Produtos

ERP, CRM, Colaboração
Cloud Computing

Soluções
Soluções em Outsourcing de Tecnologia
Integração de Software
Avaliação de nível tecnológico
Cálculo de custos de T.I
Softwares customizados


Porque escolher a Pluriverso

Blog Corporativo
Blog do Software

Conheça a Pluriverso
quem somos
verticais de atuação
portifólio
casos de sucesso

Atendimento
contatos
sala de imprensa
como chegar
Trabalhe conosco

desenvolvimento de software